O que se passa na cabeça de um garoto de quatro anos de idade que fica admirando seu peixinho no aquário? Na mente do pequeno Everett, o sonho era dormir abraçado com o animal de estimação.


O menino mora na Geórgia, nos Estados Unidos, com a mãe. Tori Hamlin se surpreendeu ao ver o filho na cama, dormindo, abraçado com o bichinho. "Achei a cena linda e triste, claro. O peixe morreu", desabafou.

Everett chamava o peixe laranja de Nemo, uma referência ao filme da Disney Procurando Nemo.

"Ele adorava ficar olhando para o aquário, que tinha luzes coloridas. Everett tinha muito carinho pelo peixe e sempre escolhia acessórios para colocar dentro da água", comentou a mãe.

O pequeno Everett sempre observava o peixinho em seu aquário até ter a ideia de se aproximar ainda mais dele.
O pequeno Everett sempre observava o peixinho em seu aquário até ter a ideia de se aproximar ainda mais dele. Foto: Facebook/@KennedyNewsandMedia / Estadão

Depois de se deparar com a cena do filho abraçado ao peixe morto, Tori Hamlin não sabia como explicar o que houve: "Quando ele acordou e expliquei o que tinha acontecido, ele ficou arrasado. Everett disse que queria apenas acariciá-lo e eu fiquei com muita dó da situação porque ele realmente não sabia que o peixe iria morrer se ficasse fora da água", lamentou.


Tori e o marido colocavam o garoto para dormir todas as noites, contando historinhas. "Eu não imaginava que isso pudesse acontecer porque ele nunca tentou pegar o peixe do aquário antes", garantiu.

Os pais decidiram publicar o caso nas redes sociais. Muitos internautas se ofereceram para dar um novo peixe ao garoto, mas a família já providenciou isso. Everett prometeu, agora, que não vai tocar no animalzinho para que ele não morra como Nemo.