A Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv) cumpriu na tarde desta sexta-feira (8), mandado de prisão em razão de sentença condenatória por tráfico de drogas, em nome de Sérgio Roberto Obando, 44. Na coletiva de imprensa, ele fez careta e mostrou a língua para os fotógrafos.




A prisão ocorreu em uma casa situada no Conjunto Beija-Flor, bairro Flores, zona centro-sul da capital. O delegado Cícero Túlio explicou que Sérgio Roberto foi preso em outubro de 2017, pela equipe do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), com 400 quilos de entorpecentes, avaliados em R$ 2 milhões.

“Em 2011 esse mesmo elemento foi preso por agentes da Policia Federal durante a operação “Ilhas”, que visou desarticular o narcotráfico na região da fronteira do Brasil com a Colômbia e Peru. Na época, Sérgio foi preso com mais de 35 pessoas. Com eles os policiais federais apreenderam cerca de uma tonelada e meia de cocaína, além de 150 mil em espécie”, disse o titular da Derfv.


Segundo o delegado, Sérgio faz contatos com pessoas de outros países para traficar drogas. Com ele os policiais civis da Derfv encontraram um caderno contendo anotações relacionadas ao narcotráfico. O objeto será entregue às equipes dos departamentos competentes para que sejam adotadas as medidas cabíveis.

O homem cumpria pena em prisão domiciliar há dois anos, depois de ser submetido a um procedimento cirúrgico e, após análise sobre o processo, o juiz Rômulo Garcia Barros, da Vara de Execuções Penais (VEP), revogou a decisão e expediu, no dia 8 de março deste ano, mandado de prisão em nome do infrator.

Ao término dos procedimentos cabíveis na Derfv, Sérgio Roberto será reconduzido à unidade prisional na capital, onde irá ficar à disposição da Justiça.

Fonte: G1